Saiba como se organizar antes de realizar o sonho de abrir uma empresa

voltar

A grande maioria dos brasileiros sonha em ganhar na Mega-Sena. Nossa, só de imaginar meu co-ração já dispara. Que nervosismo gostoso! Mas, calma, respira, não ganhei na mega e o jeito é trabalhar, então bora ir adiante com este texto. Um outro sonho mais realista dos brasileiros é abrir seu próprio negócio. Quem nunca?

Mas, como sempre, para muitos, abrir uma empresa é questão de tempo, para outros é um sonho que parece quase inalcançável, como a própria mega. Porém, saiba que, com organização, administração correta e a ideia certa, você é capaz de começar um empreendimento mesmo que seu orçamento para isso não seja o prêmio da loteria. Portanto, confira alguns pontos a seguir que vão lhe ajudar a se organizar antes de dar o primeiro passo.

1. Com a ideia na cabeça, estude o mercado de seu negócio

Se você já tem a ideia de negócio, inovadora ou não, então, é hora de confiar também nas estatísticas para que tudo saia perfeito. Estude o mercado em que está entrando, pesquise os seus principais concorrentes, como o lucro que eles tiveram, onde eles podem ter falhado e, principalmente, o que pode lhe diferenciar deles.

Para abrir um negócio de sucesso, um passo importante é ter uma pergunta em mente: por que as pessoas trocariam o serviço de uma empresa já consolidada no mercado por uma nova como a sua? A resposta trará um diferencial para a sua empresa e poderá garantir a sua primeira venda. Afinal, não basta entrar no mercado, é preciso também inovar e se destacar com preços, serviços e novidades para o setor.

2. Defina muito bem o seu público-alvo

Com o seu diferencial em mente é importante também estar atento ao seu público-alvo, pois isso fará com que você conheça seus clientes e acerte em cheio nos produtos ou serviços nos quais eles têm interesse. Você já ouviu falar no termo “persona” usado na publicidade? Basicamente, é um perfil do tipo de pessoa que vai procurar pela sua empresa, que é traçado através das seguin-tes perguntas:

  • Qual é o sexo da maioria dos seus clientes?
  • Qual faixa etária vai se interessar mais por seus serviços?
  • Para qual classe social o seu serviço ou produto será direcionado?
  • É voltado para algum nicho específico, como empresários, por exemplo?
  • Que tipo de problema você vai resolver para eles com a sua empresa?

Ter essas informações em mãos permitirá não somente que você ofereça aquilo que as pessoas procuram, mas também que encontre a linguagem e os canais certos para se comunicar com eles.

3. Organize a estrutura da sua empresa

Com conhecimento do seu mercado e público, é hora de organizar a estrutura da sua empresa. Veja quanto capital de investimento você tem disponível, defina o seu capital de giro e quantos funcionários precisa para começar o seu negócio. Aliás, se tiver dúvidas sobre o que é capital de giro, de investimento, acompanhe os nossos textos no Organize as Contas, pois é lá que des-complicamos todos estes termos financeiros.

Saiba que, neste momento, é importante você levar em conta todos os gastos de um funcionário, como salário, 13º salário, férias e os impostos cobrados para quem registra um empregado de carteira assinada. Opte sempre pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) ao invés do trabalho informal, mas considere também se a mão de obra temporária não é mais válida.

O regime tributário da sua empresa também é uma decisão importante. Será que vale a pena ser MEI (Microempreendedor Individual) ou abrir uma pequena empresa? Entenda as diferenças entre cada uma das suas opções com o apoio de um contador, pois isso poderá ser crucial para o desenvolvimento do seu negócio próprio.

4. Mantenha o controle desde o início

Quando você pensa em abrir uma empresa, é importante ter em mente que as coisas precisam andar nos trilhos desde o começo. Muitos empresários iniciam seus negócios sem um controle das finanças ou do estoque, por exemplo, e não conseguem assumir a gestão de maneira eficiente à medida que os anos passam.

Definir processos e métodos que vão te ajudar a acompanhar todas as áreas da sua empresa é uma etapa crucial para o sucesso do seu negócio. Por isso, não descarte a possibilidade de investir em um sistema de gestão logo de cara. Existem soluções bastante acessíveis, como o Vendr, uma plataforma simples e completa para a gestão de suas vendas.

Quer receber conteúdos exclusivos?

Junte-se a mais de 200.000 pessoas